sábado, 1 de agosto de 2009

Cadeia no Exu!

Hilário! Recebi essa notícia de minha amiga Maria Paula Adinolfi, antropóloga paulista atualmente radicada em Amsterdam, Holanda. Logo em seguida, segue a uma interpretação bem humorada do mito feita pelo meu outro amigo professor de antropologia da USP Vagner Gonçalves. Divirtam-se, mas fiquem espertos com as presepadas de Exu!

http://www.sauadesango.com/images/exu.jpg

Homem Tenta Registrar BO Contra Exu e é Preso em Florianópolis
O Globo: Plantão | Publicada em 31/07/2009 às 08h07m


FLORIANÓPOLOS - Foi transferido nesta quinta-feira para Criciúma, no Sul de Santa Catarina, o homem que chegou à Delegacia de Capoeiras, em Florianópolis, para registrar um boletim de ocorrência contra Exu, uma das entidades do candomblé, mas acabou preso porque era procurado por assalto a mão armada.

A revelação ocorreu quando o policial de plantão inseriu o nome e os dados pessoais no computador. O sistema logo acusou o mandado de prisão expedido pela Justiça de Criciúma contra o professor de História Marcos Lino Mendonça, 27 anos.

Ele chegou à delegacia na terça-feira dizendo que era perseguido por Exu, e que as quatro mulheres dele teriam sido estupradas pela entidade. No entanto, num boletim de ocorrência registrado este ano, consta que o rapaz é solteiro.

Marcos declarou que ele mesmo foi abusado sexualmente por Exu. Ao delegado Pedro Fernandes Pereira Filho, o professor disse que ouvia a voz de Exu incitando ataques a pessoas sem motivos. As brigas teriam causado uma fratura de braço e outra nas costelas.

Quando questionado do porquê de ir a uma delegacia se ele era procurado por assalto, o rapaz respondeu que desejava processar a entidade do candomblé e exigia reparação financeira por prejuízos causados.

O assalto cometido por Marco foi contra o próprio primo, em dezembro do ano passado. Armado com uma navalha, ele invadiu a casa do parente, que fica em Criciúma, e levou uma barraca.

O delegado declarou que Marcos tinha sintomas de esquizofrenia. Pedro afirmou que um tio do professor esteve na delegacia e revelou que o rapaz tinha consulta no psiquiatra marcada para quarta-feira.

******************************************************************************************

Querida Maria Paula e demais,

Desculpem o e-mail coletivo, mas esse homem é o próprio Exu: professor de história (portanto, (re)produtor dos "mitos" de nossa sociedade); acusador mas também acusado; solteiro porém casado (e com 4 mulheres para atender as 4 pontas das encruzilhadas); denunciador de estupro mas também estuprado (a importância do falo); assaltante do primo, mas cuidado pelo tio (o parentesco colateral de 3 grau, sempre próximo e distante, perigoso ou conciliador); bom de briga com navalha (ferro) e armas de fogo; e por fim vai a uma delegacia em "Capoeiras" onde é preso por um delegado chamado Pedro (que provavelmente é filho de Xangô!). A história só podia terminar assim mesmo. Afinal, um dos marcos de Exu é fazer o erro virar acerto e o acerto virar erro.

Abraços e bom fim de semana!
Vagner Gonçalves da Silva
www.doafroaobrasileiro.org
www.dubois.fas.harvard.edu/Vagner-Goncalves-da-Silva

5 comentários:

Mateus Subverso disse...

Laroiê, Tiriri Lonã!!
Só Aquele que domina o Movimento pode fazer a estrutura das coisas virarem no avesso.

(essa aê podia virá mito, hein!?... jejeje)

Sumemo! Caminhos abertos pa nóis,
Salve, Kibe!
Salve professor Wagner!

Abraços.

Marcio Macedo (Kibe) disse...

Valeu pela visita, Mateus!

Abraços,

Márcio/Kibe.

:: Soul Sista :: disse...

Exu sempre aprontando, maravilha de história! rsrsrsrsrsr
Já faz parte do nosso arsenal mitológico! Merece virar, no mínimo, um curta-metragem.

Beijos

Mojana disse...

Agora, além de delegado e investigador, toda delegacia deve ter também um pai-de-santo de plantão, hahahahahaha

Marcio Macedo (Kibe) disse...

Com Exu não se brinca, pois ele te complica a vida!

...hahahahahaha...