domingo, 15 de março de 2009

Negra Elza, Elza Negra

Elza_soares

Elza Soares é uma das muitas mulheres pretas brasileiras que merece uma grande biografia. Quem me dera pudesse escrevê-la. Mulher talentosa, linda e forte! Como se não bastasse ter sido abusada quando criança e mãe precoce, na vida adulta trabalhou como doméstica antes de fazer sucesso como cantora e posteriormente enfrentou um país conservador que a acuvasa de ter destruído um lar devido ao seu relacionamento com Garrincha. Por fim, ainda encarou o alcoolismo do então marido. Em A Estrela Solitária, biografia de Garrincha escrita por Ruy Castro, consta que Elza era muita vezes agredida verbalmente na rua por desconhecido(a)s.

Elza, diferente do que você canta em uma das suas canções, a sua carne negra não é a mais barata!

Pra quem nunca ouviu a nega, abaixo videozinho (detalhe para a bandeira do "Curintia" na parede *rs*)... Paz!

5 comentários:

Flavius2net disse...

Ela esta na minha lista, aliás muito grande, de artistas que eu deveria gostar... mas não gosto. Fazer o que?

Marcio Macedo (Kibe) disse...

Grande Flávio,

Como já disse o velho e bom RPW na letra da canção Purre ou Empurre, "...gosto é que nem bunda, cada um tem a sua!" ...hahahahaha... Além do mais, você gosta de várias outras coisas que eu também adoro, o que você me fala de Jorge Ben (não Benjor, pelo amor de JC!)?

Paz e muito amor...

Kibe.

:: Soul Sista :: disse...

Poderosíssima mesmo ela, Kibe! Tanto o timbre da voz e a maneira de trabalhar o ritmo, quanto a presença fortíssima de uma mulher que não tem medo de bancar o que deseja (vide seu rosto cravado de plásticas e o lindo namorado e produtor de 26 aninhos, que, à distância, parece babar por ela). Há alguns meses fui meio pra baixo a um show dela. Saí de lá renovada e cheia de energia. Muito bom!!!!!!

Lafayette Hohagen disse...

Esta mulher é um exemplo de força,coragem e superação! além de cantar pacas!!!

Mojana disse...

Elza Soares não faz muito o meu estilo (embora eu goste muito de uma gravação que ela fez pra música Samba de uma nota só).
Eu admiro a trajetória pessoal dela, que como todos nós sabemos, não foi moleza. E acho que artísticamente ela ainda não recebeu o reconhecimento devido.
Entretanto, acho também que no meio de toda essa batalha pela sobrevivência e pela afirmação, alguma coisa se perdeu pois não dá pra aceitar como normal o que ela vem fazendo com a própria imagem. O caso dela não é apenas de uma cirurgia mal-sucedida, infelizmente, Elza vem se desfigurando voluntariamente, numa busca insana por uma juventude perdida. Pior ainda, ela não é a única que vem fazendo isso consigo mesma.