sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Senti o drama do que foi o dia 5...



4 comentários:

Mojana disse...

Olha Kibe, às vezes eu me sinto meio como a mala-sem-alça ou estraga prazeres no meio de toda essa festa.
Pra ser bem sincera, eu já ando com o saco meio cheio de todo esse ufanismo em torno do Obama. Não que eu não reconheça o valor simbólico da eleição de um cara como ele...mas você também já conhece a minha opinião sobre isso.
O fato é que agora as coisas começam a tomar forma e daí é que será possível ver qual o caminho desse governo. O nome do Bill Richardson está cotado para ser o novo Secretário de Estado norte-americano(Hillary também foi sondada, mas eu aposto no governador), o que já dá uma idéia sobre a orientação da diplomacia norte-americana no período, ao menos no que diz respeito ao relacionamento com os atores mais influentes. Pessoalmente, eu desconfio do fato de todo um conjunto de nomes ligados ao governo Clinton estar sendo recuperado para compor o futuro gabinete presidencial, pois aquele foi um governo formado por intervencionistas de primeira linha.
Estou muito ansiosa pela cerimônia de posse, pois os discursos presidenciais sempre dão uma mostra do que se pode esperar dos governos norte-americanos e, nesse caso, as expectativas estão mais elevadas do que o normal.

raquel disse...

Olá Kibe,

Será que a vitória de OBAMA pode se equiparar a eleições de presidentes atipicos do restante da América?
OBAMA realemente inspira algo novo para o governo americano, e a historia atual pedia isso.
É possível associar ainda os Democratas a história e memória da suposta esquerda americana e a Declaração de Port Huron?
Clinton, Hillary e Al Gore podem estar nesse segmento político americano e ao lado de OBAMA durante a gestão presidencial?

Comissão de Comunicação e Divulgação - II Conferência Municipal de Promoção da Igualdade Racial de disse...

Obama mostra mais uma vez cada que a quebra de barreiras partidárias só trás beneficios aodesenvolvimento das questões racias na América e que e isso rende frutos para tod@s que lutam pela inclusão do povo preto nos mais difentes cargos políticos, mesmo que isso ainda seja pouco, mas já é um coemço de quem acredita e reinvindica mudanças e avanços na história, pois se retrocedermos na história iremos ver que somente o 44º presidente dos EUA é negro e os candidatos negros que se candidataram anteriormente foram todos assassinados, até mesmo antes de das eleições e os brancos que de alguma forma deram deram respaldos as lideranças negras, também tiveram mortes semelhantes...
E Obama vence com o discurso de inclusão e igualdade, por isso ganhou popularidade mundial e acreditamos no que nos ideias propostos por ele independetemnte do que a esquerda ou direita brasileira venha pensar sobre isso!!
Sallamalaicon Obama!

Mila disse...

Dando 1 volta no blog do Kibe na hora do almoço . . . me deparo com isso . . . Lindo demais!