quarta-feira, 8 de outubro de 2008

And the winner is...

Sem duvida, Obama! No debate de ontem o candidato mostrou mais preparo e tranquilidade ao responder as questoes. Economia foi o tema mais explorado pelos candidatos (mesmo que as perguntas nao estivessem diretamente relacionadas ao assunto). Todos os noticiarios, apoiados nas pesquisas feitas durante e apos o debate, enfatizaram a vitoria e superioridade de Obama em relacao a McCain. O democrata tambem se encontra a frente das pesquisas de intencao de voto. Okay, esperamos pelos proximos capitulos da novela! Havera outro debate na proxima quarta-feira (15/10) que no Brasil pode ser assistido pela CNN. Em relacao a SP e RJ estou com os dedos cruzados por Marta e Gabeira. Fuiiiii!!!

9 comentários:

Ari disse...

Pô, o cara mais reclamão do mundo apóia a "Martha relax and enjoy it"... No dos outros num dói, é isso? Ou será unma questão de princípios. E, sim, a eleição aí não é uma soap-opera...às vezes, parece, mas num é...

Flavio disse...

Acho que aqui em São Paulo vai dar o tranqueira do Kassab. O que parece que aconteceu com as eleições na cidade foi um tal de "efeito Jânio": os eleitores admiravam o político que disputava a prefeitura contra o FHC, mas tinham medo de revelar o seu voto, já que não tinha nada de nobre votar no ex-presidente.
Se vc conversar com as pessoas, vai perceber hoje algo semelhante àquela eleição: muita desculpa para defender a gestão do Kassab e pouca coragem para confirmar o voto nele. Aqueles que diziam que o Lula "quatro dedos" era um ignorante, votaram sem pestanejar no não mais brilhante Gilberto "Patolino" Kassab.

O Obama deu umas escorregadas no debate, mas foi bem melhor que o McCain. Tá difícil de segurar o homem. Se os republicanos não conseguiram bater nele no período em que ele se sentia inseguro nos debates, agora é não vão. O negrão tá liso pra porra!
Pra virar o jogo só com uma espingarda, ou esperar um "Efeito Jânio".

Abraço.

Kibe disse...

O termo que a imprensa americana esta usando para descrever Obama e "cool", ja que nao responde diretamente as insinuacoes e ofensas de McCain e Palin. Ja comprei minha camiseta do negrao, so falta um broche!!! ...hehehehehe...

"Efeito Janio" e otimo! Resumindo, o eleitor de SP e conservador mas tem vergonha de afirmar isso publicamente! *rs*

Kibe disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Kibe disse...

ndo nessa pegada conservadora do paulistano, em caso do Gabeira ganhar no Rio um eleitor do Kassab faria o seguinte comentario: "So mesmo o Rio para ter um prefeito maconheiro!"... hehehehehehehe..

Raquel disse...

Olá, é difícil aceitar o que esta acontecendo em SP.
Mas com certeza isso irá fazer mudar a lógica de revezamento no poder que até agora estava se estabelecendo.
O Kassab é o candidato do Claudio Lembo. Lembram?
Uma figura que sempre esteve à sombra, do Maluf, do Pitta, do Serra. E agora surge como a solução para administrar a maior cidade da America Latina com tantos problemas.
Os cientistas políticos explicam, é compreensivel as explicações, mas se o Gabeira ganhar no RJ gostaria de ser cidadã carioca.
Não vejo uma saída para SP que não seja algo "sustentável" do ponto de vista do desenvolvimento.
O patético disso tudo é a competição de egos em Sampa.
Os três disputam em pé de igualdade o premio de nariz empinado e representante legitimo da burguesia paulistana.
Disso tudo, a unica coisa boa é que o Alkmin talvez demore pra se recuperar do tombo. Tomara que a Marta seja mais rápida.
E eu que iria gastar os meus tostões para votar no segundo turno em Sampa, estou desistindo da peleja.

Mojana disse...

Eu tomarei a liberdade de discordar um pouco de vocês no que doz respeito à eleição em SP. Pra mim a provável eleição do Kassab não é nenhuma surpresa. Bem ao contrário, ela segue a lógica conservadora que vem orientando as eleições nesse estado nos últimos 20 anos. De 1983 a 2008 essa cidade só teve três prefeitos progressistas: Mário Covas, Erundina e Marta. O primeiro não foi eleito, foi indicado. Erundina foi eleita como um prenúncio do crescimento da Frente Brasil Popular, que viria logo em seguinda. A Martha foi eleita num momento em que a classe média flertava com o Lula, e acabou flertando com ela também, só que hoje a mágina acabou para ambos. Basta ver a votação do Alckim na cidade nas últimas eleições presidenciais.
Se pensarmos bem, as últimas eleições não tiveram alternância de poder, há um padrão bem estabelecido e os dois governos do PT foram só interregnos momentâneos. Mesmo em termos de partidos, o PSDB que chegou ao governo com Serra já havia se aproximado bastante do campo mais conversador da política paulista, ao aliar-se com o PFL, antiga área de influência do Maluf. Portanto amigos, o negócio vai ser relaxar e gozar mesmo, só que com o Kassab.

raquel disse...

Noticia de ultima hora:

Em algumas listas que frequento estão questionando a estratégia de campanha de Marta para o segundo turno. Segundo eles Marta esta questionando a sexualidade de Kassab.

Ela que sempre defendeu os homossexuais e o exercicio livre da sexualidade.

Eu até agora não sei se Kassab é mesmo homossxual, celibatario e sem sem filhos. E o que isso interfe na gestão da cidade.

Ainda estou de mudança para o RJ se o Gabeira ganhar.

Vera disse...

Oi Kibe,

Saudades, amigão. Nesse 04 de novembro nada melhor que acessar teu blog e acompanhar o resultado da eleição de "vocês". He, he..
"Yes, we can!". Acho que em 2009 to indo pro curso de inglês em Arkansas. Aos poucos me aproximo do Harlem.
Abração,
Vera