terça-feira, 7 de setembro de 2010

Gay, Judeu, Afrikaner, Árabe e Islâmico/Muçulmano: Hip-Hop/Rap!



Ainda me lembro de uma edição da revista Bizz do início dos anos 1990 na qual havia uma pequena entrevista com Chuck D, a principal cabeça por trás da banda de rap Public Enemy, em que entrevistado fazia uma associação entre a música rap e a linguagem binária utilizada pelos computadores. Nessa analogia, D sugeria que o rap era definitivamente a música do futuro por simples a ponto de combinar a qualquer outro ritmo. O hip-hop/rap nasceu em fins dos anos 1970 nas quebradas caóticas do The Bronx, New York Shitttt!!! O cenário da área era desolador devido a crise econômica que abatia a cidade como um todo, mas afetava de forma mais severa as áreas mais pobres da metrópole norte-americana. A letra da canção The Message (1982) da banda Grandmaster Flash and The Furious Five (foto abaixo de Flash), descreve muito bem a condição desses bairros nessa época. Diz o rapper que se vê...

"Broken glass everywhere/People pissing on the stairs, you know they just don't care/I can't take the smell, I can't take the noise no more/Got no money to move out, I guess I got no choice/Rats in the front room, roaches in the back/Junkies in the alley with the baseball bat/I tried to get away, but I couldn't get far /Cause a man with a tow-truck repossessed my car."

Tradução tosca via Kibe's Translator: (Vidro quebrado em todos os lugares/Gente mijando nas escadas, você sabe que eles não se importam/Eu não posso aguentar o cheiro, Eu não posso mais aguentar o barulho/Eu não tinha dinheiro pra me mudar, Eu acho que não tive escolha/Ratos no quarto da frente, baratas no de trás/Viciados no beco com um taco de beisebol/Eu tentei sair fora, mas não consegui ir muito longe/Porque um homem com um guincho rebocou meu carro).

Ou seja, o hip-hop, em suas quatro linguagens (DJ, MC, grafite e dança de rua) surgiu dando voz a uma juventude marginalizada, majoritariamente negros (norte-americanos e caribenhos) e latinos, que não possuia acesso a equipamentos de lazer e se encontrava dissociada das formas convencionais de se fazer música justamente num momento de transição social, política, econômica e tecnológica.

 

Passados 30 anos, o hip-hop, mais especificamente o rap, se tornou parte do mainstream da "cultura" pop contemporânea num processo similar ao que havia ocorrido ao rock in roll anteriormente.  Jovens ao redor de todo mundo ouvem e fazem rap e essa expressão musical serve como forma de comunicação de outros grupos, extrapolando as fronteiras dos grupos raciais/étnicos/nacionais nos quais a mesma nasceu. O primeiro backlash veio de dentro do próprio hip-hop quando o grupo Rainbow Flava, surgido em 1996 na cidade de San Francisco e liderado pelo rapper Dutchboy, desafiou a hegemonia homofóbica que reinava na parada com seu gay hip-hop. O grupo durou até por volta de 2001, mas abriu as portas para rappers/hip hoppers hetero/homo/bi e transexuais que curtiam hip hop/rap mas não se identificavam nem aceitavam as letras homofóbicas que carregavam as letras de várias canções de rap ou a postura de certos artistas. Uma bom mergulho nesse universo é realizado pelo documentário Pick Up The Mic (2005), dirigido por Alex Hilton, sugestão de filme dada a mim por meu truta Oga Mendonça e que assisti recentemente pelo Netflix. Ao término da película lembrei que a mesma já foi exibida no Brasil em 2007 num festival de filmes relacionados a diversidade sexual. Assista ao trailer da parada logo abaixo:



Caso você tenha interesse em gay hip-hop visite os sites GayHipHop e OutHipHop. Uma outra cena bastante interessante e peculiar é a do rap judeu. Uma das figuras mais emblemáticas desse movimento é o norte-americano Y-Love. Nascido em Baltimore, Maryland, e radicado no Brooklyn, New York, Meet Yitz Jordon é um afro-americano descendente de porto riquenhos convertido ao judaísmo ortodoxo cuja rimas misturam línguas tão diversas quanto inglês, hebreu, iídiche, árabe, latim e aramaico. Mesmo que a existência de judeus negros não seja algo novo ou extraordinário (lembrei aqui da operação de resgate de milhares de judeus negros na Etiópia realizada pelo governo israelense durante o período de fome e guerra vivido nesse país nos anos 1990) a figura de Y-Love ainda desperta interesse e curiosidade.

 

O rapper afirma que desde criança manteve admiração e interesse pela cultura judaíca devido a figura da avó que sempre estabeleceu relação com tradições judaícas mesmo não sendo judia ou tendo se convertido. Love foi criado por uma mãe solteira que ganhava menos de US$ 20.000 anuais (uma mereca por aqui!) e que faleceu em 2005 em resultado do vício em drogas (cocaína) e álcool.  Seu interesse pelo judaísmo se manteve forte na adolescência, mas foi nos anos de faculdade, ao se envolver com a cena punk rock de Baltimore e conhecer movimentos anti-racismos que ele decidiu se converter de fato. Após convertido, o artista confessa que sofreu discriminação de ambas comunidades, judaíca e negra. Veja abaixo vídeo dos artistas DeScribe e Y-Love na canção Change.



Músicos de origem judaíca não são novidade, vide figuras como Lou Reed, Beastie Boys e Lenny Kravitz (filho de pai judeu). Contudo, nenhum desses artistas incorporou a temática da religião em suas músicas ou no seu estilo de vida. O divisor de águas e criador de uma nova tendência foi a banda de reggae Matisyahu que surgiu na metade dos anos 2000 mesclando as suas letras de cunho social, político e religioso toda uma estética envolta no judaísmo ortodoxo tão presente em certos bairros do Brooklyn como Crown Heights e Midwood. Foi no nicho aberto pelo Matisyahu que rappers como Y-Love e outros músicos na pegada de DeScribe e Etan G vem trilhando seu caminho. Love já possue um álbum de 2008 intitulado This Is Babylon e prepara outro para ser lançado no início de 2011 cujo título provisório é This Is Unity, disco no qual continuará fazendo o "hip-hop kosher", termo utilizado para classificar seu trabalho na XXL Magazine. Vale lembrar que o rapaz também divide o tempo de produção do seu novo álbum com seus projetos e ações de ativismo político.

 

Algo nada político mas bem engraçado vem lá das bandas da África do Sul. Se os hipsters (leia AQUI um tratado sobre hipsterismo escrito recentemente aqui no inbrog) norte-americanos ainda não encontraram bandas de rap que fossem suficientes "hip" ou "hype", nossos amigos sul-africanos com certeza fazem muito bem o serviço (Hip Olívia deve estar pulando de alegria!). Dois representantes dessa nova safra que tomou o pop sul-africano e teve até mesmo impacto internacional são as bandas trutadas Die Antwoord (foto acima) e Jack Parow (rapper solo da foto abaixo). O que esses dois grupos possuem de peculiar é o fato de serem compostos por jovens de origem afrikaner: grupo étnico sul-africano descendentes de holandeses e responsável pelo estabelecimento e manutenção do regime de apartheid naquele país (se você tem interesse nessa parte da história leia um ou dois capítulos do catatau Origens do Totalitarismo de autoria da filósofa de origem judaíco/alemã Hannah Arendt (1906-1975), onde a autora explica o processo de formação desse grupo naquele país). Mas como não estamos estamos numa aula de sociologia ou história voltemos ao rap...
http://www.homegrown-events.com/assets/Uploads/_resampled/ResizedImage600415-JackParow-store-entranceAntonie-Robertson-HR.jpg
O Die Antwoord é composto pelos rappers Ninja e Yo-Landi Vi$$er mais o DJ Hi-Tek (não confundir com Hi-Tek, produtor, DJ e parceiro do rapper novaiorquino Talib Kweli). Os três componentes são amiguinhos de infância e cresceram juntos na cidade de Cape Town. A banda chega a lembrar os pretos doidões do Wu Tang Clan em seus tempos de glória devido as referências a artes marciais (kung fu, samurais, ninjas etc), sexo e cultura pop. De acordo com Ninja, o som deles pode ser classificado como rap-rave next level shit (leia entrevista com o rapaz em inglês AQUI). No começo do ano o Die foi a sensação da Internet por algumas semanas quando o lançamento do vídeo Zef Side (assista logo abaixo), com parte da canção Beat Boy mais uma rápida entrevista com a molecada, bateu três milhões de acessos em poucos dias fazendo com seus rostos passassem a ser conhecidos no mundo todo.



A sonoridade da maior parte das músicas do Die Antwoord soa como uma mistura de batidas de old school hip-hop com elementos de uma ainda debutante música eletrônica nos anos 1970/1980, coisas a la Kraftwerk e house farofa. É bem festa e dançante! Dê uma checada no site dos caras (AQUI), lá é possível ouvir as faixas do álbum que será lançado pela Interscope Records e cujo título é $O$. Uma das canções presentes no disco é Enter The Ninja cuja versão suja pode ser vista no vídeo abaixo.



Jack Row é o mais debochado da patota. Vestindo um enorme boné ridículo e rimando letras auto-irônicas com referências a sua origem étnica ele é aquele que melhor incorpora o tipo de humor blasé do hispterismo norte-americano, mesmo sendo sul-africano. Zander Tyler, o nome de pia do moço, é originário de Belville, Western Cape (região que hoje faz parte da Great Cape Town). O rapaz ficou mais conhecido após sua participação na canção Die Vraagstuk da banda de rock Die Heuwels Fantasties (assista AQUI). Numa apresentação do ano passado o mocinho mandou a seguinte rima fazendo uma espécie de apresentação em afrikaner:

Hello, my naam is Jack Parow. Ek hou van Afrikaans. Ek hou van rap. Ma' rap is boring en is oorval met mense wat nie weet wat hulle doen nie. Ek is hier om hulle almal te wys hoe om dit reg te doen. Ek maak musiek saam met my vriende. Ek hou van drink, gevaarlike karre, gevaarlike paarties, gevaarlike cherries, braai en rugby. My musiek lat jou glimlag. My musiek lat jou huil. My musiek lat jou dans en my musiek lat jou dink. Ek het groot geword op die strate van Bellville en Parow en in die Wonderland games arcade in Tygervalley. Ek rook Dunhill sigarette en drink Wellington brandy. Ek hou nie so baie van sokker nie, want ek verstaan nie die reëls nie, ma' ek is besig om te leer, so hopelik hou ek gou daarvan. Ek hou nie van mense wat nie hou van Afrikaans nie. My song "Die Vraagstuk" saam met Die Heuwels Fantasties som my goed op, so luister dit. My musiek is eerlik. My naam is Jack Parow, romantiese Afrikaanse superster rapper. Kief Ki.

Algo do tipo:

Olá, meu nome é Jack Parow. Eu gosto de Afrikaners e curto rap. Mas o rap anda chato e cheio de pessoas que não sabem o que estão fazendo. Estou aqui para mostrar a todas as pessoas como fazer rap de forma decente. Eu produzo música com meus amigos. Eu gosto de beber, carros perigosos,  festas perigosas, garotas perigosas, churrasco e rugby. Minha música te faz sorrir. Minha música faz você chorar. Minha música faz você dançar e minha música faz você pensar. Cresci nas ruas de Bellville e Parow entre fliperamas de Wonderland no Tygervalley. Eu fumo cigarros Dunhill e bebo conhaque Wellington. Eu não gosto de futebol tanto assim porque não entendo as regras, mas estou ocupado aprendendo e espero que logo logo eu goste. Eu não gosto de pessoas que não gostam de Afrikaners. Minha música, Die Vraagstuk, produzido com Die Heuwels Fantasties, me resume muito bem, então ouça-a. Minha música é verdadeira. Meu nome é Jack Parow, rapper superstar romântico afrikaner. Legal Legal.


Confira o vídeo da canção Cooler as Ekke do moço logo abaixo:



E aqui o som Dans Dans Dans (o vídeo é engraçado, só não consegui entender o que ele fala! :) O estranho mesmo é que pelos vídeos, tanto do Die como de Parow, a África do Sul se aparenta mais a Austrália do que um país com maioria negra.



Da África do Sul para... Oriente Médio (ou América mesmo!).  Pois é, te dou um pirulito se você disser o que foi que aumentou pelas bandas do Ocidente logo depois do ataque ao World Trade Center em 11 de setembro de 2001? Ok, foram até mesmo criados termos como islamofobia para se referir as discriminações e preconceito que pessoas de origem árabe (categoria geográfica) e/ou religião islâmica/muçulmana passaram a ser vítimas? Aliás, vou pedir ajuda aos universitários... Francirosy Ferreira, minha amiga antropóloga especialista em cultura islâmica, explica aí "pá nóiz" a diferença entre islâmico e muçulmano! E car@ leitor@, não confunda o islâmismo ortodoxo com a religião dos muçulmanos pretos, Nação do Islã, da qual o truta Malcolm X foi líder aqui na América (deles!). Muita confusão? Voltemos pro rap... Sim, rappers muçulmanos não são nenhuma novidade uma vez que temos aí o amigão Mos Def, o carinha de bebê Lupe Fiasco ambos de origem islâmica e vários outros grupos de uma forma ou de outra possuem vínculos com a Nação do Islã. Na verdade, essa relação entre hip-hop e islamismo pode ser traçada a partir dos anos 1970 como demonstra o livro The Five Percenters: Islam, Hip-Hop, and the Gods of New York, de autoria de Michael Muhammad Knight (falo mais desse autor um pouco abaixo). Porém, como já afirmei anteriormente a respeito dos músicos de origem judaíca, artistas islâmicos não incorporaram necessariamente o tema da religião em suas letras (apesar da consciência social e política presente nas letras do brotha Def, por exemplo). Entretanto, a cena vem mudando paulatinamente.



O grande número de jovens com ascendência árabe nos EUA, a globalização que trouxe a dinamização das formas de comunicação e a influência do hip-hop criou uma nova leva de artistas no que vem sendo chamado de rap árabe ou islâmico. Esse movimento, entretanto, está ligado a uma tendência maior de criação de subculturas entre a juventude islâmica morando nos EUA como uma literatura peculiar e bandas de punk-rock. Na foto acima é possível ver o escritor Michael Muhammad Knight, autor de The Five Percenters e The Taqwacores (2009), romance que descreve o cotidiano e as figuras de uma casa punk islâmica na cidade de Buffalo, New York. O título do livro combina os termos taqwa (piedade em árabe) com hardcore (termo para vários gêneros de rock underground). Leia reportagem do jornal New York Times sobre o livro clicando AQUI O aumento da discriminação e da violência após o 11 de Setembro também contribuiu para que a molecada buscasse colocar a boca no trombone de formas diversas e o livro de Knight fornece elementos para a construção de uma nova identidade islâmica jovem com menções a Osama Bin Laden, grandes corporações, petrodólares e como é ser jovem e islâmico no Ocidente atual. Muitas vezes o fato de ser ocidental e de ascendência árabe/islâmica é colocada de forma irônica como no vídeo abaixo no qual um jovem afro-americano de nome Tehran, estudante de direito em Washington D.C., demonstra sua fascinação pela cultura iraniana/persa.



Contudo, dois ocorridos recentes aqui em New York Shittt! exemplificam o clima barra pesada que árabes/muçulmanos enfrentam diariamente. Semanas atrás um motorista de táxi foi esfaqueado por um passageiro após responder afirmativamente a pergunta do passageiro que fazia a corrida sobre sua origem muçulmana. O jovem norte-americano gritou a saudação islâmica "As-Salam Alaikum" (Que Alá esteja com você e o proteja!) e logo em seguida passou a desferir golpes de punhal no rosto e pescoço do motorista que ficou bastante ferido, mas sobreviveu. Outra polêmica que tem sido manchete de jornais e reportagens de TV é o projeto de construção de um centro de cultura islâmica próximo ao lugar que foi um dia o World Trade Center, algo que tem gerado debates bastante acalorados entre poder público, intelectuais, líderes religiosos e políticos locais. Numa pesquisa realizada pelo New York Times recentemente noventa mil pessoas foram questionadas se eram a favor ou contra o estabelecimento do centro e 50% se posicionaram de forma contrária. É dentro desse contexto que despontam rappers de origem árabe como Omar Offendum e The Narcicyst. Assista vídeo da canção Destiny de Offendum logo abaixo onde o mesmo rima em inglês e árabe.



Offendum se apresenta como um MC/produtor sírio/norte-americano que nasceu na Arábia Saudita, foi criado em Washington D.C. e mora atualmente em Los Angeles. Seu álbum de estréia intitula-se Syriana-americanA. Já The Narcicyst é um MC com mestrado na área de mídia. De origem iraquiana, ele nasceu nos Emirados Árabes e foi criado no Canadá. Os dois rappers são amigos, ativistas políticos e possuem um coletivo que atua em questões relacionadas ao Oriente Médio como a causa palestina e o Iraque. O vídeo da canção P.H.A.T.W.A. (logo abaixo) tem um ar debochado ao mesmo tempo que crítico fazendo alusões as discriminações que árabes passaram a sofrer nos aeroportos internacionais depois de 2001. Em certa altura, o rapper chega a ensinuar que os "iraquianos são os novos negros."



Boas batidas, boas rimas e bom humor (com ou sem posicionamento político!)... Sejam bem-vind@s as novas tendências do rap contemporâneo.

Muita Paz!

35 comentários:

Anônimo disse...

For hottest news you have to pay a quick visit the
web and on the web I found this site as a best web site for newest
updates.

My site - Nike Air Jordan

Anônimo disse...

Great post.

Have a look at my weblog :: Abercrombie and Fitch

Anônimo disse...

This design is spectacular! You obviously know how to keep a reader entertained.

Between your wit and your videos, I was almost moved to start my own blog (well, almost.

..HaHa!) Excellent job. I really enjoyed what you had to say, and more
than that, how you presented it. Too cool!

Visit my website :: Abercrombie

Anônimo disse...

I'm truly enjoying the design and layout of your site. It's a very easy on the eyes which makes
it much more pleasant for me to come here and visit more often.
Did you hire out a designer to create your theme? Exceptional
work!

My website Abercrombie and Fitch

Anônimo disse...

Superb, what a web site it is! This website provides valuable data to
us, keep it up.

Here is my web site ... Abercrombie Fitch Belgique

Anônimo disse...

I comment whenever I especially enjoy a post on a website or
if I have something to add to the discussion.

Usually it is triggered by the fire displayed in the
article I looked at. And after this article "Gay, Judeu, Afrikaner, �rabe e Isl�mico/Mu�ulmano: Hip-Hop/Rap!".
I was moved enough to drop a thought ;) I actually do have 2 questions for you if
it's okay. Is it simply me or does it appear like some of the comments look like written by brain dead folks? :-P And, if you are posting at additional places, I would like to follow anything new you have to post. Would you list the complete urls of all your social sites like your twitter feed, Facebook page or linkedin profile?

Also visit my website wealthwayonline.com

Anônimo disse...

Wow, incredible weblog format! How lengthy have you ever been running a blog for?
you made blogging glance easy. The total glance of your web site is excellent, let alone the content!


Visit my homepage Louis Vuitton Outlet

Anônimo disse...

What a data of un-ambiguity and preserveness of valuable experience on the topic of
unpredicted emotions.

My blog post Louis Vuitton Handbags

Anônimo disse...

It's actually a cool and helpful piece of info. I am happy that you simply shared this useful information with us. Please keep us up to date like this. Thank you for sharing.

Also visit my blog post Louis Vuitton Handbags

Anônimo disse...

What's Happening i am new to this, I stumbled upon this I have discovered It absolutely useful and it has helped me out loads. I am hoping to contribute & assist other customers like its aided me. Great job.

Stop by my website: Louis Vuitton Bags

Anônimo disse...

Hey this is somewhat of off topic but I was wanting to know if blogs use WYSIWYG editors or if you have to manually code with HTML.

I'm starting a blog soon but have no coding knowledge so I wanted to get guidance from someone with experience. Any help would be enormously appreciated!

My blog post; NFL Jerseys Cheap

Anônimo disse...

It's nearly impossible to find knowledgeable people on this topic, however, you seem like you know what you're talking about!
Thanks

Here is my site :: Cheap Jerseys

Anônimo disse...

Link exchange is nothing else except it is just placing the other person's web site link on your page at appropriate place and other person will also do same for you.

Here is my web site ... NFL Cheap Jerseys

Anônimo disse...

Spot on with this write-up, I truly feel this amazing site needs far more attention.
I'll probably be back again to read through more, thanks for the information!

Also visit my webpage ... Abercrombie Pas Cher

Anônimo disse...

Yes! Finally someone writes about stratagem.


Also visit my homepage; Chaussure De Foot Pas Cher

Anônimo disse...

Hi, yup this article is truly good and I have learned
lot of things from it regarding blogging. thanks.


Here is my web page: Air Max One

Anônimo disse...

I'd like to thank you for the efforts you have put in penning this website. I really hope to check out the same high-grade content from you in the future as well. In truth, your creative writing abilities has motivated me to get my own, personal site now ;)

Feel free to visit my web site :: www.tedxyse.com

Anônimo disse...

An outstanding share! I have just forwarded this onto a
co-worker who had been conducting a little research on this.

And he in fact ordered me breakfast simply because I discovered
it for him... lol. So allow me to reword this..
.. Thanks for the meal!! But yeah, thanks for spending the time to discuss this topic here on
your site.

my webpage :: Cheap Louis Vuitton Bags

Anônimo disse...

What a stuff of un-ambiguity and preserveness of valuable knowledge concerning unpredicted feelings.


Stop by my web blog Tory Burch Handbags

Anônimo disse...

Hi mates, its wonderful piece of writing concerning
educationand fully defined, keep it up all the time.


my web blog ... Louis Vuitton Handbags Outlet

Anônimo disse...

I constantly spent my half an hour to read this web site's articles daily along with a mug of coffee.

Also visit my weblog: Nike Air Max

Anônimo disse...

What's up mates, how is the whole thing, and what you would like to say about this piece of writing, in my view its genuinely amazing in support of me.

Feel free to surf to my page :: Read Full Article

Jama Libya disse...


In Brazil the Jews monopolize the TV discriminate and demean black women? MeGaLOBO The RACISM? The violence of racial prejudice in Brazil character (a black beggar degraded image is horribly distorted and bosalizada Adelaide Program Zorra Total, Globo actor Rodrigo Sant'Anna? Him to the Globe and Jews is funny, but it is disgrace to We afros black indigenous descendants, if our children had not been called Adelaidinha or daughter, granddaughter and niece of ADELAIDE in the worst way, is unfortunate and cruel BULLIYING created in laboratories racist PROJAC (abbr. Project studied area, as it is known to Globo Production) is the production center Globo which is dominated by Jewish directors, producers and presenters as Arnaldo Jabor, Carlos Sanderberg, Luciano Huck, Jairo Bouer, Mark Losekann, Marcius Melhem and Leandro Hassum, Vladimir Brichta, Tiago Leifert , Pedro Bial, William Waack, William Bonner & Fatima Bernardes, Ernesto Paglial & Sandra Annenberg, Mônica Waldvogel, Renata Malkes, Sandra Finch, Amora Mautner, Lillian Witte Fibe, Esther Jablonski, Glenda Kozlowski, Gilberto Braga, Wolf Maya, Mario Cohen, Ricardo Waddington, Max Gerinder, Mauro Molchansky, Mauritius Sirotsky, Michel Bercovitch, Fábio Steinberg, William Weber, Caio Blinder, Daniel Filho, Gilberto Braga, Walcyr Carrasco, Carlos Henry Schroder and powerful Ali Kamel chief director responsible and author of the best seller segregating manual (The Bible of racism, which ironically has the title WE ARE NOT RACIST based and a lot of untruths and theses racist against blacks Brazilians of African descent) And Maurice Sherman Nisenbaum (which Grande Otelo, Jamelão and Luis Carlos da Vila called to racist because this racist Zionist and Jewish owner Adolfo Block Headline discrimination against blacks) directs the responsible humorous Zorra Total was responsible for the creation of the program and children's programs presented by Xuxa (Luciano Szafir) and Angelica (Luciano Hulk) both having their children with Jews, presenting findings and thrown by him on his preconceptions of beauty standard and quality of TV Headline dominated by Zionist Jews, this BULLIYING LAX PERVERSE that neither Adolf Hitler did to the Jews but Jewish Zionists TV GLOBO is for black people Brazilian african descent that occurs everywhere in Brazil for us is not funny, this misfortune Mood, humiliating children is inhumane for any sex, color, race, religion, nationality etc.The worst of all this degradation is cruel racist embarrassing sponsored and supported by Mr. Ali KAMEL (husband of Patricia Kogut Jewish journalist GLOBE who led dozens of Jewish artists, intellectuals and businessmen of the 113 names (Manifesto Against against racial) radically defended by attorney Attorney Roberta Kaufmann DEM and PSDB and Senator Demosthenes Torres, who was impeached for corruption) TV Globo that same did announce in the program (27 th CE collects more than £ 10 million real CENTARROS for alms from scam and deceive deceiving hiding the debt to BNDES over 3 billion dollars public of Brazil) who has the title 'Hope is what the Move', the show's "Hope Child" 2012 celebrating the formation of the Brazilian identity from the mixture of different ethnicities) and commits genocide against immoral racist Most of the Brazilian people is unfortunate that the Jews have fun with humor and debochem the holocaust indigenous african-Brazilian is unfortunate that the Jewish Sergio Groisman Altas Horas on your program and so the Program Meeting with Jewish Fátima Bernardes laugh and play. (The Jewish actress Samantha Schmutz paper of this child at apotheosis stereotype is unfair and cruel that woman scares before extremem being ugly) to us black Afro Brazilian Rede Globo promotes encourages racial prejudices that humiliates and shocks the Brazilian people. Black Organization National Quilombo ONNQ 20/11/1970 - REQBRA Revolution Quilombolivariana of Brazil quilombonnq@bol.com.br






Anônimo disse...

Why users still make use of to read news papers when in this technological globe all is available on web?


my weblog - Read More Here

Anônimo disse...

http://mckague.org/GreenBayPackers.html Soon after I initially commented I appear to have clicked on the -Notify me when new comments are added- checkbox and from now on every single time a comment is added I get 4 emails using the exact very same comment. Perhaps there is a implies you're capable to get rid of me from that service? Numerous thanks! [url=http://mckague.org/GreenBayPackers.html]Jordy Nelson Jersey[/url]
http://mckague.org/DallasCowboys.html Nike Totally free four.0 Game Royal Electric Green Pure Platinum Men’s Running Shoes [url=http://mckague.org/ChicagoBears.html]Julius Peppers Jersey[/url] http://mckague.org/DallasCowboys.html A Presentation of Nike Free of charge Run Shoes Running Shoes. Posted on May well 10, 2013 by no3das1l. [url=http://www.mckague.org/OaklandRaiders.html]Darren McFadden Jersey[/url]
http://mckague.org/DallasCowboys.html I fully grasp this certain in the occasion that away subject however Im considering beginning my own, private site too as was interested precisely what virtually all is necessary to get setup? Im presuming making use of a weblog including your very own might price tag an excellent cent? Im not so net wise for that reason Im likely not 100% specific. Any kind of recommendations or maybe guidance will probably be significantly valued. Numerous thanks [url=http://mckague.org/IndianapolisColts.html]Andrew Luck Jersey[/url]

Anônimo disse...

My brother suggested I might like this website. He was totally right.
This post truly made my day. You cann't imagine simply how much time I had spent for this information! Thanks!

My webpage ... Wholesale NFL Jerseys

Anônimo disse...

I simply could not go away your web site before suggesting that I extremely enjoyed the standard information an individual provide to your visitors?
Is gonna be again incessantly to investigate cross-check new posts

Also visit my page; Cheap NFL Jerseys

Anônimo disse...

Hello, i read your blog from time to time and i own a similar
one and i was just wondering if you get a lot of spam feedback?
If so how do you prevent it, any plugin or anything you can recommend?
I get so much lately it's driving me mad so any assistance is very much appreciated.

Here is my web page Michael Kors Bags

Anônimo disse...

I constantly emailed this website post page to all my
friends, as if like to read it after that my links will too.


My blog post - article source

Anônimo disse...

Hi i am kavin, its my first occasion to commenting anyplace, when
i read this post i thought i could also make comment due to this sensible paragraph.


Here is my page extra resources

Anônimo disse...

What's Happening i am new to this, I stumbled upon this I have found It absolutely helpful and it has helped me out loads. I hope to give a contribution & assist different customers like its helped me. Good job.

Also visit my blog post; Abercrombie France

Anônimo disse...

Simply desire to say your article is as astounding.
The clearness in your post is just spectacular and i can assume you're an expert on this subject. Well with your permission let me to grab your RSS feed to keep updated with forthcoming post. Thanks a million and please continue the gratifying work.

my web-site; Sac Guess

Anônimo disse...

Admiring the time and energy you put into your blog and in
depth information you provide. It's awesome to come across a blog every once in a while that isn't the same out of date rehashed
information. Wonderful read! I've saved your site and I'm including your RSS feeds to my Google account.


Have a look at my page: New LeBron Shoes

Anônimo disse...

Hiya! I know this is kinda off topic however I'd figured I'd
ask. Would you be interested in trading links or maybe guest writing a blog
post or vice-versa? My site discusses a lot of the same topics as yours and I believe we could greatly benefit from each
other. If you happen to be interested feel free to shoot
me an email. I look forward to hearing from you!
Great blog by the way!

Look into my web-site: Kevin Durant 5 Shoes

Anônimo disse...

You actually make it seem so easy with your presentation but I
find this matter to be really something which I think I would never understand.
It seems too complex and very broad for me.
I'm looking forward for your next post, I'll try to get the hang of it!


Look at my webpage ... Recommended Site